sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Filhotes

Os primeiros meses de vida de um cão, mais que qualquer outro estágio da vida dele são os mais importantes para sua educação. É nessa fase que as regras de conduta e socialização com cães, pessoas e ambientes são mais fáceis de se ensinar e muito mais tranqüilas do cão assimilar.

Durante os primeiros meses ele(a) irá testar bastante os limites entre o que é permitido e o que não é.

Como todo período de educação é preciso muita paciência dos donos com os pequenos deslizes que certamente irão acontecer. Um xixi ou cocô fora do lugar, umas mordiscadas durante as brincadeiras, vasos e plantas mexidos, entre outros acontecimentos. Afinal de contas estão aprendendo!

Costumo brincar com meus amigos que durante a infância os cachorros têm "liberdade assistida". E qual a razão? Simples. Para não perdermos a chance de corrigir os erros que forem acontecer. Lembrem-se: É muito mais fácil lidar com um problema no começo do que tentar consertá-lo quando já virou um "vício".

E por fim o mais importante. Na fase adulta o cão pára de testar coisas novas e usa o conhecimento adquirido para administrar a vida. Se aprendeu formas de burlar regras, vai utilizá-las. Se aprendeu a "dobrar o dono" com um olhar de dó, de pena, vai fazê-lo. Mas se aprendeu boas maneiras e os rituais corretos de conduta, será um cão tranqüílo e equilibrado.

Sejam claros na forma de agir com eles, nas regras, na disciplina, na rotina de gastar energia e na interação. Dedicação é a palavra. Cães tranqüilos, donos felizes!

Um comentário:

Di disse...

Estou sofrendo com minha filhotinha, os três grandes problemas têm sido ensiná-la a não fazer xixi dentro de casa, passear na rua e principalmente fazer com que a outra cachorra que tenho em casa pare de brigar com a filhotinha...